Buscar
  • Thiago Sieiro

A Onça

Meu coração pulsava, freio o carro, pego minha camera, abro a porta, dou a volta e me deito no chão de terra. Ela estava muito longe, mas sentia sua respiração e seus olhar estava fixo em mim. Estava calma, mas imponente. Me posicionado para fotografar e escuto de dentro do carro, meu guia, o Bugre, falando: "Se ela correr para te pegar, não vai dar tempo nem de você entrar no carro." Meu coração acelera, respiro e tiro algumas fotos, não são as melhores da minha vida, mas são algumas das mais empolgantes. Calmamente eu me levando, então ela também se levanta e se vira, eu dou a volta no carro e entro. Ela dá uma última olhada para mim e some pela mata.




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo